Brenda Moura · Filmes · indicação · Vídeos

Labirinto – A Magia do Tempo (1986)

Olá gente, tudo bem?

Hoje, falarei de um filme super divertido dos anos 80, e que conta com uma atuação muito especial do meu querido David BowieLabirinto – A Magia do Tempo!

labirinto a magia do tempo labyrinth david bowie filme movie livro resenha indicação brenda manéa 1986 2018 blog loucuras de julia 01

Totalmente frustrada por ter que cuidar do irmão mais novo em mais um final de semana, a adolescente Sarah (Jennifer Connelly), que possui muita imaginação, acaba dando vida aos duendes personagens do seu livro favorito “Labirinto”, para que eles sumam com o bebê. Mas quando o pequeno Toby (Toby Froud) realmente desaparece, Sarah precisa ir atrás dele neste mundo de conto de fadas e tentar resgatá-lo das mãos do maldoso Rei dos Duendes (David Bowie).

Protegendo o castelo, encontra-se o labirinto – um emaranhado de armadilhas repleto de estranhos personagens e perigos desconhecidos. Com o intuito de salvar Toby a tempo, Sarah terá que enganar o rei ficando amiga dos duendes que o protegem, na esperança de que a fidelidade deles não passe apenas de uma ilusão num lugar em que nada parece ser o que é!

labirinto a magia do tempo labyrinth david bowie filme movie livro resenha indicação brenda manéa 1986 2018 blog loucuras de julia 02

Então gente, eu queria assistir esse filme há tempos, por causa do Bowie, mas só fui assistir esses dias e o resultado? Me apaixonei completamente pela história! Tem uma pegada meio Alice no País das Maravilhas, misturado com O Mágico de OZ, e até um pouco de TV Colosso!

Tudo que me leva para minha infância em um único filme, lógico que não seria impossível de amar.

labirinto a magia do tempo labyrinth david bowie filme movie livro resenha indicação brenda manéa 1986 2018 blog loucuras de julia 03

A história é muito bem bolada, e num primeiro momento, conhecemos bem a personagem Sarah, que adora teatro e livros e está ensaiando algumas falas de seu livro favorito, mas acaba tendo que interromper suas coisas para cuidar do irmão (e não parece muito feliz com a ideia).

Por ela estar com raiva de ter que cuidar de Toby, e odiar o fato de que os pais dão mais atenção a ele do que a ela, ela acaba pedindo para que o Rei dos Duendes (Jareth) leve o bebê, para se livrar dele. Após, quando o bebê é levado e ela percebe que ele realmente sumiu, começa o filme de verdade, onde Sarah vai em busca de recuperar seu pequeno e odiado irmão.

labirinto a magia do tempo labyrinth david bowie filme movie livro resenha indicação brenda manéa 1986 2018 blog loucuras de julia 04

A partir daí, vemos uma mudança em Sarah, que fica mais madura e pensa nas consequências de seus atos. Ela acaba indo para o mundo dos duendes e faz várias amizades por lá. E gente, eu amei cada um dos amigos dela, coisas mais fofas da vida. ❤

E reparem que, para a época do filme, esses bonecos foram MUITO bem feitos, melhores que muita tecnologia que temos hoje. Hahaha

labirinto a magia do tempo labyrinth david bowie filme movie livro resenha indicação brenda manéa 1986 2018 blog loucuras de julia 07labirinto a magia do tempo labyrinth david bowie filme movie livro resenha indicação brenda manéa 1986 2018 blog loucuras de julia 05

O filme todo praticamente se passa no mundo fictício, e Sarah luta com todas as suas forças para recuperar seu pequeno irmão, e com a ajuda de seus amigos, tudo fica mais fácil e divertido.

labirinto a magia do tempo labyrinth david bowie filme movie livro resenha indicação brenda manéa 1986 2018 blog loucuras de julia 06

Destaque especial para o meu divo supremo David Bowie, que mostrou um vilão divertido e malvado ao mesmo tempo, e, ainda, nos presenteou com uma das melhores músicas do filme, na cena do baile, que deixarei o vídeo abaixo:

Muito amorzinho né, gente? ❤

Enfim, o filme é super divertido do início ao fim e acaba nos mostrando muito da personalidade de nossa protagonista, que mesmo sendo a irmã mais velha, ainda era um pouco criança e precisava de atenção e amigos que lhe entendessem e ajudassem.

Sarah passa boa parte do filme falando que as coisas não são justas, mas quando mais tarde a confrontam com a mesma frase, ela diz “não é mesmo, mas é assim que as coisas são”. Sarah aprendeu que a vida é injusta, ela pode reclamar, mas também precisa tentar agir. No fim, é a sua inteligência e sua força de vontade que a livram dos enigmas e que a fazem salvar o irmão.

Agora, para encerrar, falarei sobre algumas curiosidades desse filme maravilhoso:

  • Foram escritas 25 versões do roteiro antes que a final fosse escolhida. Usando uma história escrita por Henson e Dennis Lee como ponto de partida, Terry Jones (Monty Python) e Laura Phillips (O Mundo dos Fraggles) escreveram um script cada um, sendo escolhido o de Jones. A comediante e roteirista Elaine May fez algumas revisões que ajudaram a humanizar os personagens, mas mesmo assim, mais tarde, o roteiro foi modificado novamente a pedido de David Bowie. A verdade é que, embora Terry Jones seja creditado como roteirista, muito pouco de seu roteiro foi mantido depois do ponto onde Sarah come o pêssego envenenado.
  • “Labirinto – A Magia do Tempo” foi o último filme dirigido por Jim Henson.
  • James Henson considerou os músicos Michael Jackson e David Bowie para o papel de Goblin King, e antes de fazer sua escolha final (que foi Bowie, no caso) escreveu uma carta para Terry Jones mencionando o nome dos dois astros para que o roteirista entendesse a importância do personagem e desse mais destaque para ele em seu roteiro.
  • David Bowie não apenas atuou, como também ficou encarregado de parte da trilha sonora do filme e compôs canções especialmente para seu personagem. São elas: “Magic Dance”, “Chilly Down”, “Within You”, “As The World Falls Down” e “Underground”.
  • O nome do personagem vivido pelo bebê seria Freddie, mas foi alterado para Toby, que era o nome real da criança, pois ela apenas respondia ao próprio nome.
  • “Labirinto – A Magia do Tempo” foi um grande fracasso nas bilheterias. Com um orçamento de 25 milhões de dólares, o longa conseguiu uma arrecadação de apenas 12 milhões de dólares (Acredito que isso se deu pelo fato de que o filme era um tanto quanto avançado para a época, e as pessoas não entenderam isso, desperdício total, só acho… Hahahaha)

Se vocês quiserem ler mais algumas curiosidades, deixo aqui o link de onde retirei essas acima. Tem várias curiosidades super interessantes, então vale a pena a leitura. Haha

labirinto a magia do tempo labyrinth david bowie filme movie livro resenha indicação brenda manéa 1986 2018 blog loucuras de julia 08labirinto a magia do tempo labyrinth david bowie filme movie livro resenha indicação brenda manéa 1986 2018 blog loucuras de julia 09

Espero que vocês tenham gostado desse post, tanto quanto amei escrevê-lo!
Um grande beijo e até a próxima!

selo-brenda-mouraMinhas redes sociais: Facebook / Instagram

.


Acompanhe o blog também pelo Facebook: Loucuras de Julia
E pelas redes sociais: Instagram / Twitter


Fontes: Filmow; Proibido Ler

 

2 comentários em “Labirinto – A Magia do Tempo (1986)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s