Brenda Moura · Clássico · Filmes · indicação

Glória Feita de Sangue (1957)

Olá gente, tudo bem?

Hoje, falarei de um filme incrível do Stanley Kubrick: Glória Feita de Sangue (em inglês: “Paths of Glory”)!

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 01

ATENÇÃO: Contém spoilers!!!

Em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, Mireau (George Meeker), um general francês, ordena um ataque suicida e, como nem todos os seus soldados puderam se lançar ao ataque, ele exige que sua artilharia ataque as próprias trincheiras. Mas não é obedecido neste pedido absurdo, então resolve pedir o julgamento e a execução de todo o regimento por se comportar covardemente no campo de batalha, e assim justificar o fracasso de sua estratégia militar.

Depois concorda que sejam cem soldados e finalmente é decidido que três soldados serão escolhidos para servirem de exemplo, mas o Coronel Dax (Kirk Douglas) não concorda e decide interceder de todas as formas para tentar suspender esta insana decisão.

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 02

Então gente, eu nunca gostei muito de filmes de guerra, pois eles retratam quase sempre o mesmo: soldados corajosos, lutando bravamente por seu país, parecendo amar o que fazem e amar mais o seu país do que a si mesmo.

O que nós temos neste filme, no entanto, é algo totalmente diferente. Stanley Kubrick nos mostra o outro lado da guerra, numa clara crítica as guerras como um todo, um filme totalmente antibelicista. Soldados nem sempre são esses poços de coragem que aparentam: eles temem sim por sua vida, temem não poder mais ver suas famílias e amam mais sua vida e seus propósitos do que o país pelo qual estão lutando.

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 03

E generais nem sempre sabem o que fazem. O General Mireau, é, de longe, um dos personagens que eu mais ODIEI na história dos filmes. Suas ordens são completamente absurdas, afinal, quem manda seus próprios comandados em missões que todos sabem que vão fracassar? E quem em sã consciência, mandaria atacar sua própria trincheira quando seu pedido foi negado?

Exatamente, este mesmo general Mireau. Confesso que passei o filme todo tentando entender a estratégia que eles bolaram, mas a única coisa que me passava pela cabeça é que eles eram simplesmente insanos e não tinham empatia alguma para com a vida e família de seus companheiros.

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 04

O coronel Dax, que ficava abaixo do general, não quis acatar suas ordens, pois obviamente, ele tinha noção do quão absurdo era aquele pedido e sabia que o mesmo estava condenado ao fracasso. E claro, ele defende com unhas e dentes seus companheiros, entendendo a gravidade da situação e sem pestanejar, mesmo estando abaixo de quem lhe deu as ordens.

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 05

O General Mireau, que tem uma promoção em vista e foi influenciado por outro general a cumprir este absurdo, prontamente estabelece uma Corte Marcial para levar a julgamento três soldados escolhidos pelos três comandantes das divisões que ficam hierarquicamente abaixo do coronel Dax.

São três soldados aleatórios, levados à corte para dar exemplo à tropa, de como não se comportar. Por qual motivo esses três soldados seriam julgados? Covardia.

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 06

O coronel Dax, que antes de se tornar um militar era advogado criminalista, pede para ser o advogado de defesa, pois ele, em toda sua inocência, tem esperança que o julgamento seja imparcial. Essa cena do julgamento me deu uma raiva profunda, pois os soldados explicaram que não teria como cumprir o ordenado, pois todos que tentaram, acabaram morrendo e todos os argumentos que o coronel Dax usou, se fosse um julgamento imparcial, teriam sido aceitos.

Mas obviamente, não foi assim que aconteceu e todas as esperanças que tínhamos de que os três inocentes soldados sairiam dali com suas vidas poupadas, foram por água abaixo…

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 07

Os três soldados são levados para uma “prisão”, ainda sem acreditar que estão prestes a perder suas vidas por serem “covardes”. Na cela onde eles estão, aparece uma barata e eu achei muito interessante o conceito por trás dessa cena: um dos soldados chega a pensar que a vida da barata tem mais valor que a dele, tanto é que sua vida irá acabar mais cedo do que a da barata. E ele ainda fala: “essa barata está mais próxima da minha esposa e do meu filho do que eu mesmo“.

Em seguida a barata é esmagada, quase como se dissesse: vale a pena lutar pela sua vida.

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 08

O coronel Dax tenta, de todas as formas, salvar a vida de seus homens, mas como falei acima, ele não tem sucesso, o que é uma grande pena, pois nenhum dos três merecia aquilo. E isso nos faz pensar que na guerra, toda essa “glória” de ser um soldado e defender seu país, não vale de absolutamente nada, pois quem vai ao front de batalha não vale nada.

Os soldados são descartáveis, e estão a mercê dos poderosos, que brincam e tiram suas vidas sem pensar nas consequências para quem os espera voltar.

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 09

E sobre a cena final demorei um pouco para entender, mas lendo algumas outras resenhas, acabei descobrindo todo o sentido que faz e pensei no quão genial ela é.

Num primeiro momento, temos o coronel Dax olhando de forma triste e desolada para o local onde seus soldados estão reunidos. Eles estão rindo e brincando, mesmo depois de terem testemunhado o horror que aconteceu a seus companheiros de guerra, e aguardando que uma moça alemã, muito tímida e amedrontada (afinal, havia sido capturada), cante para eles.

A gente começa a acompanhar o coronel em sua tristeza e desilusão, e quando vi o batalhão rindo e se aproveitando da pobre moça, me deu um aperto grande no coração, pensando que a raça humana realmente é terrível e egoísta.

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 10

Mas, quando a moça canta sua triste canção, os soldados começam a parar de gritar e assobiar para ela. Então, começa uma das cenas mais belas do filme: eles passam a acompanhar a canção, e murmurar junto com a moça, mesmo sem entender o que ela canta. Alguns até choram e aí o filme acaba.

Pensando nesse final, entendemos que as  ações do coronel Dax fazem total sentido e que nada poderia ser diferente do que o ocorrido. Então, entendemos também que por maior que seja o absurdo da situação, e por maior que seja o egoísmo, ainda resta sim bondade e sensibilidade na raça humana…

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 11

Sem dúvidas, é um filme belíssimo e vale muito a pena ser assistido. É uma experiência audiovisual que eu recomendo a todos. E como o filme foi feito em preto e branco, a experiência é ainda mais intensa, pois mesmo não sabendo as cores daquilo, nós sentimos as cores.

Incrível, de verdade!

gloria feita de sangue filme paths pf glory stanley kubrick filmes movies indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 12

Espero que vocês tenham gostado desse post e se já assistiram o filme, me contem nos comentários as suas impressões.

Um grande beijo e até a próxima!

selo-brenda-mouraMinhas redes sociais: Facebook / Instagram / sundaay.girl@gmail.com

.


Acompanhe o blog também pelo Facebook: Loucuras de Julia
E pelas redes sociais: Instagram / Twitter


Fontes: Adoro Cinema; Plano Crítico

3 comentários em “Glória Feita de Sangue (1957)

  1. Eu nunca assisti a esse filme. Mas esse “outro lado” me fez pensar em uma série da Netflix que assisti recentemente: Os agentes secretos de Churchill. Conta como civis eram “recrutados” (era algo voluntário, na verdade) para serem agentes secretos da SEO, uma organização que ajudou no combate aos nazistas. Havia testes e treinamentos para selecionar e qualificar essas pessoas e a série é um reality gravado que reproduz essa preparação com pessoas do século XXI. É bem parada, mas achei muito legal!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oii! Bem interessante essa série, quando eu tiver um tempinho vou buscar pra assistir! Esse filme vale muito a pena, recomendo que tu assistas, acho que tu vais curtir bastante!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s