Conhecimento · Gabriel Moura · polemica · Reflexão

A ciência tem limites?

Olá, tudo bem?

Recentes notícias mostraram que um cientista chinês modificou geneticamente óvulos fecundados e os inseminou em uma mulher. E uma pergunta antiga voltou a ser feita: a ciência tem limite?

medicina-etica-he-jiankui-cientista-modificou-dna-humano-genetica-humana-polemica-religiao-reflexao-avanço-gabriel-moura-2018-blog-loucuras-de-julia-rolim-01

Antes desse anúncio, o trabalho de He Jiankui já estava no centro de um escândalo ético porque ele afirma ter sido responsável pelos primeiros bebês editados geneticamente do mundo. Elas seriam gêmeas que nasceram na China no mês de novembro. Apesar das críticas da comunidade acadêmica internacional, o pesquisador não mostrou constrangimentos com a repercussão do trabalho. “Este estudo foi submetido a um periódico científico para análise”, disse He Jiankui, sem identificar a publicação, e acrescentou que sua universidade não estava ciente de seu estudo.

He Jiankui disse ter financiado o próprio trabalho e minimizou as preocupações de que sua pesquisa tenha sido realizada em segredo, explicando que procurou a comunidade científica ao longo dos últimos três anos.

medicina-etica-he-jiankui-cientista-modificou-dna-humano-genetica-humana-polemica-religiao-reflexao-avanço-gabriel-moura-2018-blog-loucuras-de-julia-rolim-02

O cientista disse ter usado uma tecnologia de edição genética conhecida como CRISPR-Cas9 para alterar os genes embrionários de duas gêmeas. A CRISPR-Cas9 é uma tecnologia que permite aos cientistas copiar e colar DNA, o que desperta a esperança de curas genéticas de doenças – mas também causa preocupações em relação à segurança e ética. Ainda segundo o pesquisador, a edição genética ajudará a protegê-las de uma infecção de HIV, o vírus que causa a AIDS. He Jiankui disse que, inicialmente, oito casais se inscreveram para seu estudo e que um desistiu. Os critérios exigiam que o pai fosse HIV positivo e a mãe negativo.

medicina-etica-he-jiankui-cientista-modificou-dna-humano-genetica-humana-polemica-religiao-reflexao-avanço-gabriel-moura-2018-blog-loucuras-de-julia-rolim-03

A Sociedade Chinesa de Biologia Celular emitiu um comunicado no qual repudiou fortemente qualquer aplicação de edição genética em embriões humanos para fins reprodutivos e disse que ela é contrária à lei e à ética médica na China. Além disso, mais de 100 cientistas, a maioria chineses, disseram em uma carta aberta que o uso da tecnologia CRISPR-Cas9 para editar genes de bebês humanos é perigosa e injustificada. Eles alertaram: “a caixa de Pandora foi aberta”.

medicina-etica-he-jiankui-cientista-modificou-dna-humano-genetica-humana-polemica-religiao-reflexao-avanço-gabriel-moura-2018-blog-loucuras-de-julia-rolim-04

Fica o alerta da comunidade científica, mas algumas nuances ainda ficam em aberto… O papel da ciência não é mitigar o sofrimento humano, ajudando a proporcionar mais qualidade de vida. Se alguma tecnologia é descoberta para erradicar uma doença, fazendo com que as pessoas já nasçam imunes a ela, isso não seria um avanço? Se você tivesse a oportunidade de escolher que seu filho ou filha já nascesse imune a AIDS e todos os tipos de câncer, você não iria gostar?

Entendo que o limite entre erradicar as doenças através de edição genética e escolher como seu filho vai ser (cor de pele, cor dos olhos, altura, etc.) é muito tênue, mas repudiar a manipulação genética que é feita supostamente para o bem da humanidade me parece um erro muito grande. A religião nesse aspecto causa um grande desserviço, ao afirmar que apenas o Criador é que pode dar a vida.

A ciência tem limite, mas há que se ter muito cuidado ao limitar a ciência com o risco de afetar milhões de pessoas por um motivo ético de caráter bem dualista.

E o que você acha?

Até a próxima!

selo gabriel moura-novo-2018Conheça também meu blog pessoal: Resumo de Livro
Facebook / Twitter / gabrielmoura29@gmail.com

.


Acompanhe o blog também pelo Facebook: Loucuras de Julia
E pelas redes sociais: Instagram / Twitter


Fonte: G1

5 comentários em “A ciência tem limites?

  1. A minha mente é completamente ciência.
    Se é algo para evoluirmos, para mim, é sempre bem vindo.
    Se os participantes sabem sobre o objetivo da pesquisa, não vejo mal.
    Quanto aos limites, só estudando cada caso, mas não um estufo levando em conta questões religiosas.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Não sou religiosa, portanto, não acho que só o “criador” possa decidir… mas, para mim, o verdadeiro deus é a natureza. E estão interferindo nela. Eu não gosto disso. Homens brincando de deuses. Acho que a situação atual do planeta já mostra o que os humanos fazem quando alteram a natureza…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s