Conhecimento · Cultura · Gabriel Moura · História

Reaproximação histórica

Olá, tudo bem?

Aconteceu uma reaproximação histórica entre dois países… E não foram as Coreias.

reaproximação-histórica-países-erithea-badme-asmara-ethiopia-addis-ababa-etiópia-gabriel-moura-cultura-2018-blog-loucuras-de-julia-01

Há alguns dias, o Primeiro Ministro da Etiópia, Abyi Ahmed, viajou para a capital da Eritréia (Asmara), onde os líderes assinaram um pacto formalmente encerrando o estado de guerra, concordando em restabelecer os laços diplomáticos e comerciais depois de duas décadas de hostilidades. Os dois países estavam em uma situação “sem guerra, sem paz” desde 2000, quando um acordo de paz encerrou uma guerra em que dezenas de milhares de pessoas foram mortas.

Na época, uma comissão de fronteira estabelecida sob o acordo de paz determinou que a cidade de Badme, o ponto nevrálgico do conflito, seria parte da Eritréia, mas a Etiópia recusou-se a aceitar e as relações normais nunca foram retomadas. O acordo atual é o compromisso para implementar integralmente a decisão da comissão.

reaproximação-histórica-países-erithea-badme-asmara-ethiopia-addis-ababa-etiópia-gabriel-moura-cultura-2018-blog-loucuras-de-julia-02Presidente da Eritréia, Isaias Afwerki, à esquerda

O presidente da Eritréia, Isaias Afwerki, é o primeiro presidente desse país a visitar a Etiópia desde 1998. Afwerki foi recebido pelo Primeiro Ministro etíope Abyi Ahmed, e também com muita festa. Milhares de pessoas, muitas agitando bandeiras da Eritréia, se alinharam nas ruas da capital etíope, Adis Abeba, para marcar a visita histórica.

A recepção também contou com uma apresentação de dezenas de dançarinos tradicionais da Etiópia, enquanto uma banda de metais se apresentou para ele enquanto caminhava pelo tapete vermelho. A população de Adis Abeba contribuiu para o momento histórico, e se reuniram ao longo da estrada principal do aeroporto agitando bandeiras etíopes e eritreias lado a lado.

reaproximação-histórica-países-erithea-badme-asmara-ethiopia-addis-ababa-etiópia-gabriel-moura-cultura-2018-blog-loucuras-de-julia-03

Além de suas propostas para a Eritréia, Abyi suspendeu o estado de emergência, libertou prisioneiros políticos e anunciou reformas econômicas. O primeiro ministro etíope herdou um país que teve um enorme crescimento econômico nos últimos anos, mas também foi dividido por anos de protestos de pessoas que se sentem marginalizadas. O governo anterior foi acusado por muitas violações dos direitos humanos, incluindo tortura e assassinato de dissidentes políticos.

Juntamente com os laços diplomáticos e comerciais, ligações de transporte e telefone também serão restabelecidas, assim como os voos comerciais entre os países. Isso significa que as famílias que foram divididas pelo conflito possam finalmente ser reunidas. Além do encontro histórico, as fotos da embaixada da Eritréia em Adis Abeba mostraram muito mais.

Fechada há 20 anos, a embaixada nunca havia sido aberta e tudo dentro dela estava parado no tempo…

reaproximação-histórica-países-erithea-badme-asmara-ethiopia-addis-ababa-etiópia-gabriel-moura-cultura-2018-blog-loucuras-de-julia-04

Até mesmo os carros na garagem ficaram congelados no tempo:

reaproximação-histórica-países-erithea-badme-asmara-ethiopia-addis-ababa-etiópia-gabriel-moura-cultura-2018-blog-loucuras-de-julia-05

Que esse exemplo seja seguido por todos os países.

Até a próxima!

selo-gabriel-mouraConheça também meu blog pessoal: Resumo de Livro
Facebook / Twitter / gabrielmoura29@gmail.com

.


Acompanhe o blog também pelo Facebook: Loucuras de Julia
E pelas redes sociais: Instagram / Twitter


FonteBBC

2 comentários em “Reaproximação histórica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s