Brenda Moura · indicação · Música · Vídeos

Pink Floyd

Olá gente, tudo bem com vocês? O post de hoje será uma homenagem a uma das bandas favoritas do meu namorado, que ontem (17/04), comemorou mais um aniversário. Parabéns, amor! hihi

Então, preparem-se para conhecer um pouco mais sobre: Pink Floyd!!

pink floyd top 5 musicas videos brenda manéa coisa boa rock psicodélico clássico 2018 blog loucuras de julia 01

Pink Floyd é uma banda inglesa formada na cidade de Cambridge em 1965, inicialmente reconhecida pelo estilo psicodélico e experimental durante sua fase inicial e mais tarde por seus álbuns conceituais, letras filosóficas e concertos extremamente elaborados, com combinações muito originais entre som e imagem em todas as suas fases.

pink floyd top 5 musicas videos brenda manéa coisa boa rock psicodélico clássico 2018 blog loucuras de julia 02

Após a retirada de Syd Barrett, a banda teve como líder e compositor Roger Waters, que criou muitos dos álbuns mais conhecidos da banda. A origem do nome foi dado pelo próprio Barrett, que juntou o nome de dois dos seus artistas favoritos de blues, criando o “Pink Floyd”.

pink floyd top 5 musicas videos brenda manéa coisa boa rock psicodélico clássico 2018 blog loucuras de julia 03

Tornou-se um dos conjuntos de maior sucesso da história por vender 200 milhões de discos ao redor do mundo, obtendo o recorde de manter por mais tempo um álbum (The Dark Side of the Moon) no Top 200 da Billboard – 741 semanas consecutivas, ou seja, mais de 14 anos.

pink floyd top 5 musicas videos brenda manéa coisa boa rock psicodélico clássico 2018 blog loucuras de julia 04

O que dizer dessa banda tão maravilhosa e que eu considero pakas? Hahaha

Brincadeiras a parte, falar dela é muito difícil, visto a sua grandiosidade no mundo da música. Sem sombra de dúvidas, o Pink Floyd é um dos principais nomes do rock progressivo em todos os tempos, e se consolidou graças a sua genialidade musical e obviamente, suas características únicas em cada disco.

pink floyd top 5 musicas videos brenda manéa coisa boa rock psicodélico clássico 2018 blog loucuras de julia 05

Eles fizeram muito sucesso, mas incrivelmente, sua discografia não é tão vasta quanto imaginamos. Eles gravaram 15 álbuns de estúdio (sendo que um deles consiste de uma combinação entre gravações ao vivo e em estúdio), 3 álbuns ao vivo (não contando com o álbum supracitado), 9 coletâneas, 2 boxes, 1 EP, 26 singles, 25 videoclipes e 8 vídeo-álbuns.

Discografia de Pink Floyd

A formação clássica do Pink Floyd: Roger Waters, Nick Mason,David Gilmour e Richard Wright

Álbuns de estúdio 15
Álbuns ao vivo 3
Álbuns de compilação 9
Álbuns de vídeo 8
Extended plays (EP) 1
Singles 26
Vídeos musicais 25
Box sets 3

Obviamente, o disco de maior sucesso é The Dark Side Of The Moon (que tem basicamente quase todas as minhas músicas favoritas), e é um disco que vale a pena ser ouvido, inúmeras vezes, com o volume no último, seja no fone ou no rádio do carro… É simplesmente uma das obras mais geniais e incríveis que uma banda poderia ter feito. Haha

pink floyd top 5 musicas videos brenda manéa coisa boa rock psicodélico clássico 2018 blog loucuras de julia 06

Um outro disco que eu considero incrível é o The Wall, que também tem algumas das minhas músicas favoritas e que também vale tanto a pena ser ouvido quanto o disco citado anteriormente. Na verdade, que nem diz o mestre Humberto Gessinger: Tudo na vida tem um lado bom e um lado ruim (com exceção dos LPs do Pink Floyd, que tinham dois lados bons). Haha 🙂

E agora, após esse pequeno resumo sobre a banda e sua discografia, farei o meu top 5 de músicas favoritas! ❤

pink floyd top 5 musicas videos brenda manéa coisa boa rock psicodélico clássico 2018 blog loucuras de julia 07

A primeira, sem sombra de dúvidas, é Time. Gente, que espetáculo de música, sério. Eu estava lendo sobre a história dela e descobri que cada relógio que toca no início da música, foi gravado separadamente em uma loja de antiguidades. Isto é seguido por uma estranha passagem feita em uma percussão, sendo que, ao fundo, há um delicado som de baixo. Logo após, começa o som de guitarra e podemos ouvir David Gilmour entoando os versos dessa canção.

A letra da canção foi escrita por Roger Waters (mas é a única música do álbum creditada para os quatro membros da banda), que percebe que a vida não é tanto sobre a preparação do que vai acontecer com a gente, mas sobre o controle de nosso destino. Aludindo à sua mãe, que tinha uma obsessão com educação, a canção é um “memento mori” na medida em que diz que o tempo passa muito rapidamente, e que a partir de uma certa idade não podemos mais fazer as coisas do passado. A primeira frase do verso cantada por David Gilmour após seu solo de guitarra é: “E você corre e corre atrás do sol, mas ele está se pondo fazendo a volta para nascer outra vez atrás de você. De uma maneira relativa o sol é o mesmo, mas você está mais velho com menos fôlego e um dia mais perto da morte”. Esta é uma referência ao capítulo 1 da Bíblia (linha 5): “A luz resplandece nas trevas, mas as trevas não a receberam”, que contém o mesmo tema.

Musicão da p*rra, né, gente? Apreciem essa obra de arte! ❤

“Far away, across the field
The tolling of the iron bell
Calls the faithful to their knees
To hear the softly spoken magic spells”

A segunda música da qual falarei é Money. Também presente no álbum Dark Side of The Moon, é uma das músicas mais interessantes do Pink Floyd. Lendo algumas análises e olhando a letra da música, é bem fácil entender o sentido dela. Ela fala sobre como o dinheiro é o que move nossas vidas. A gente vive em torno dele e dependemos dele para tudo. Waters mais uma vez faz uma composição muito reflexiva e crítica com “Money”. A caixa registradora no início faz com que a música seja logo reconhecida em todos os cantos do planeta, e cada nota do baixo fica na mente, sendo impossível não saber de que música se trata.

A música é cantada com ar satírico e crítico de Waters, e a combinação de sax, bateria, baixo e guitarra se torna uma explosão musical tão bem feita que a gente só consegue sentir de tão incrível. Apreciem essa maravilha. ❤

“Money, get back
I’m all right, Jack, keep your hands off of my stack
Money, it’s a hit
Don’t give me that do goody good bullshit”

A terceira música, obviamente, é Wish You Were Here. Uma balada simples, com uma letra incrível e que nos faz viajar. É humanamente impossível não cantarolar os versos inicias dessa canção e saber exatamente de que música se trata: “So, so you think you can tell; heaven from hell? Blue skies from pain?“. Música simples que conquista por sua simplicidade. Lembro que quando eu e Ícaro morávamos longe, a gente sempre cantava um pro outro: “How I wish, how I wish you were here…“, então, pode-se dizer que essa música faz parte do nosso relacionamento. Haha

Apreciem essa coisinha linda de viver.

“Running over the same old ground
What have we found?
The same old fears
Wish you were here”

A quarta música, é Another Brick In The Wall. Eu lembro que quando eu era pequena, meu pai sempre ouvia essa música e uma vez, eu fui assistir o clipe e fiquei morrendo de medo, mas mesmo assim, eu curtia a música. Haha

Depois que eu entendi o clipe a letra da música, mudei meu conceito e agora penso: rapaz, que negócio bem f*da viu? Hahaha

Essa música é uma faixa do álbum The Wall, dividida em três partes, sendo elas “Parte I”, “Parte II” e “Parte III”.

A Parte II da música é muito conhecida por sua frase famosa “We don’t need no education…” e foi um dos maiores hits da banda, alcançando o primeiro lugar das paradas norte-americanas, inglesas e de diversos outros países. Ela é basicamente uma crítica ao rígido sistema educacional, especialmente de internatos.

No Brasil, chegou a ser a segunda canção mais tocada nas rádios em 1980.

“We don’t need no education
We don’t need no thought control
No dark sarcasm in the classroom
Teachers, leave them kids alone
Hey! Teacher! Leave them kids alone!
All in all, you’re just another brick in the wall
All in all, you’re just another brick in the wall”

A última música foi difícil de escolher, pois meu coração ficou mega dividido entre Shine On You Crazy Diamond e Comfortably Numb. Acabei escolhendo Comfortably Numb, pelo solo belíssimo que ela tem.

A ideia da letra surgiu a Roger Waters num dia da digressão do álbum Animals pelos Estados Unidos, onde se encontrava numa situação semelhante à de Pink. Waters sofria de um problema no fígado e teve de ser examinado por um médico num procedimento muito semelhante ao descrito nesta canção. A letra da canção em diversos momentos remetem justamente a esse universo das drogas, solidão e desesperança.

Lendo algumas curiosidades sobre essa música, descobri que Comfortably Numb também é conhecida pelo fato de ter em todas as suas versões, o solo final executado de forma diferente, assim, ganhando várias versões para ser escutada. Foi executada na turnê: Is There Anybody Out There de 1980 a 1981, com David Gilmour tocando-a em um muro de mais de dez metros. E durante a turnê The Wall Live, em 12 de maio de 2011 na O2 Arena em Londres, David Gilmour tocou e cantou em cima de um muro no palco.

O solo da canção inclusive é constantemente apontado como o maior do grupo e o mais bonito de todos os tempos.

Muito legal né gente? Apreciem essa belezinha sendo cantada pelo Eddie Vedder, juntamente com o Pink Floyd. Meu coração quase não aguentou de tanto amor ❤

Como um bônus, deixarei uma música que meu namorado gosta muito: Mother, também do álbum The Wall. Não achei algo sobre a história dessa música, mas é bem interessante a letra. Enfim, apreciem. ❤

“Mother, do you think they’ll drop the bomb?
Mother, do you think they’ll like this song?”

Galerinha, encerro por aqui meu post de hoje, dizendo que foi extremamente difícil escolher 5 músicas para fazer parte dele, pois a obra desses caras é tão genial que parece que que várias músicas excelentes ficaram de fora.  E espero que vocês curtam muito, tanto quanto eu curti escrever essa belezinha. E claro, ouçam muito Pink Floyd!

E querido, espero que tu gostes do texto. Hihi

pink floyd top 5 musicas videos brenda manéa coisa boa rock psicodélico clássico 2018 blog loucuras de julia 08

Um grande beijo e até a próxima semana!

selo-brenda-moura


Acompanhe o blog também pelo Facebook: Loucuras de Julia


5 comentários em “Pink Floyd

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s