Brenda Moura · Cultura · indicação · Livros

Quarto (2010)

Olá gente, tudo bem com vocês?

Hoje, falarei de um livro que terminei essa semana e que, inclusive, ganhou uma adaptação para o cinema: Quarto (Room: a novel, título original).

emma donoghue quarto room best seller new york times indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 01

Jack, um esperto menino de 5 anos, conhece apenas um mundo: o quarto. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la.

O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte.

O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

emma donoghue quarto room best seller new york times indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 02

Bom gente, acredito que a maioria já tenha assistido o filme baseado nesse livro, chamado “O Quarto de Jack”. E se vocês, assim como eu, acharam agoniante a história, no livro fica muito mais claro cada detalhe do que se passava.

Para começar, a história é narrada pelo Jack, ou seja, nós temos a visão daquela pequena e inocente criança de 5 anos, contando como é a vida no Quarto. Nós sabemos que ele vive com a Mãe (escrito assim, com letra maiúscula mesmo, pois para Jack o nome da mãe é Mãe), que o Quarto é um cubículo onde eles precisam sobreviver com o mínimo, que existe uma clarabóia que os deixa ver um pouquinho do Lá Fora (vulgo mundo) e que a Mãe tenta fazer de tudo para deixar a vida dos dois mais suportável e para dar a Jack uma infância “normal”, afinal, tudo que ele conhece está entre aquelas 4 paredes.

emma donoghue quarto room best seller new york times indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 03

A autora, Emma Donoghue, fez uma coisa muito interessante: escreveu tudo com palavras super simples, como se realmente fosse uma criança contando e escreveu algumas palavras erradas, pois era daquele jeito que o Jack falava.

Outro ponto super interessante, é que ela fez várias “sopas de palavras”, como por exemplo, a junção de imenso com enorme, vira “imensorme”. A gente mergulha na história do Jack com a Mãe, por essa linguagem mais simples, que deixa a leitura bem agradável, apesar de ser uma história tensa e triste.

emma donoghue quarto room best seller new york times indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 04

Mesmo com o mínimo a sua disposição, a Mãe preenche os dias do Jack com atividades como treinar a escrita, ler os mesmos livros repetidas vezes, repetir frases de programas de TV e explicar o significado de algumas palavras difíceis, sair correndo ao redor de uma pista de corrida desenhada no chão, fazer maratona onde tinha que pular em diversos móveis, assistir à TV em horários estabelecidos por ela, fazer uma cobra com cascas de ovo e um pedaço de linha e gritar histericamente para a claraboia do teto.

Enquanto na cabeça de Jack isso era apenas uma brincadeira, para a Mãe era a tentativa mais do que desesperada de fugir daquilo.

emma donoghue quarto room best seller new york times indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 06

Um fato mais do que certo, que vamos percebendo a medida que o Jack vai nos contando a história, é que a vida no Quarto, para a Mãe, era um fardo, pois ela havia perdido os melhores anos da sua vida ali, por causa do Velho Nick, seu sequestrador. O que lhe deu um pouco de ânimo foi o Jack e é por ele que ela tenta planejar uma fuga todos os dias.

Ela percebe que o Quarto já não é mais suficiente para os dois e que eles não podem passar o resto de suas vidas ali, pois Jack está sendo privado de uma infância normal e ela não suporta mais esse peso.

emma donoghue quarto room best seller new york times indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 05

Quando ela chega ao seu limite, ela bola um plano onde a principal peça para a fuga é Jack, mesmo sabendo que isso pode matá-los. Para não dar spoilers, recomendo que vocês leiam para saber se o plano foi bem sucedido ou não. Mas, já vou dizendo que o livro vai muito além do plano, então com certeza, vocês ficarão curiosos para descobrir o que vem depois. Hehehe

O livro acaba sendo cheio de mistérios, aventuras, descobertas, e tudo isso com o simples e ingênuo olhar de Jack, então desfrutem dessa obra incrível.

emma donoghue quarto room best seller new york times indicação brenda manéa 2018 blog loucuras de julia 07

E eu espero que vocês tenham gostado deste post.

Um grande beijo e até a próxima!

selo-brenda-moura


Acompanhe o blog também pelo Facebook: Loucuras de Julia


Fonte: Travessa

 

 

2 comentários em “Quarto (2010)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s