Coleção · Estilo · Inovação · Moda

Conheça o e-commerce de moda que oferece personalização de peças

Sabe quando você encontra uma peça linda mas não gosta tanto assim do caimento, da cor, do tecido ou de algum outro detalhe? Quando isso acontece, na maioria das vezes, temos duas opções: ou desistimos da roupa ou levamos mesmo não adorando tanto assim.

Para tentar dar um basta nessas insatisfações, a startup de moda Frilly (sediada em Los Angeles), acredita ter encontrado uma solução para isso. Ela acaba de lançar uma coleção feminina que permite customizar completamente alguns aspectos da roupa.

Antes de efetuar a compra, você precisa escolher o tipo de peça – são mais de 50 modelos entre calças, vestidos, saias e camisas. De acordo com a peã selecionada, a página disponibiliza alguns tipos de tecidos, cores, tipo de mangas, golas e até mesmo de cortes. E as clientes ainda tem acesso a uma simulação 3D, que dá a capacidade de ver como a roupa vai ficar.

Além disso, o e-commerce divulga as criações de outros usuários para que os novos clientes tenham algumas inspirações e consigam ver o resultado final. E os tecidos que a marca utiliza são importados da Itália, Espanha, França, Índia e Japão. Assim que as peças ficam prontas, são entregues diretamente para as clientes dentro de duas semanas.

Sendo um ateliê virtual super intuitivo, a Frilly pretende trazer o luxo feito sob medida para as massas, tornando-o acessível, com preços que variam de US$ 100 a US$ 2.000 dependendo do tipo de tecido e modelo que a cliente escolher. E a empresa também valoriza a sustentabilidade: seu modelo de produção sob demanda reduz o desperdício, e os retalhos de tecidos que sobram de uma coleção são transferidos para diferentes peças de vestuário para a próxima linha.

Os estilistas da marca tem alto reconhecimento, pois o diretor criativo trabalhou na Marc Jacobs e o estilista chefe veio da Calvin Klein. Portanto, eles criam novos modelos para que as clientes possam personalizar a cada temporada.

O e-commerce espera que a personalização se torne dominante para que as mulheres tenham a possibilidade de projetar cada peça de seu guarda-roupa de acordo com suas necessidades.

Um outro ponto interessante é que é possível “brincar” de designer o dia todo sem precisar levar a peça! E o melhor de tudo: a empresa entrega no Brasil.

Dei uma olhada nos modelos disponíveis para modificação, porém achei o site um pouco limitado. Há várias opções de mudanças, mas todas estabelecidas pela própria loja.

Ainda assim adorei a ideia, os modelos e fico na dúvida: Será este o futuro a moda?

E você, o que achou dessa iniciativa? Usarias as peças da Frilly?
Comente, vou adorar saber a sua opinião!

.


Acompanhe o blog também pelo Facebook: Loucuras de Julia


.

Fontes: Stylo Urbano; Elle Brasil; Frilly

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s