Atualidades · Cultura · Gabriel Moura · Reflexão

Ensino Religioso Confessional

Olá tudo bem?

E lá vamos nós de novo!

ensino religioso confessional estado laico educação brasil 2017 gabriel moura blog loucuras de julia 01

O Supremo Tribunal Federal decidiu que o ensino religioso nas escolas públicas pode ter natureza confessional, ou seja, as aulas de religião podem seguir os ensinamentos de uma religião específica. A Ministra Carmen Lucia afirmou que não há conflito com a laicidade do Estado, conforme preconiza a Constituição, uma vez que a disciplina deve ser ofertada em caráter estritamente facultativo.

Que o Estado deveria ser laico, algumas pessoas sabem. Que ele não é laico, todo mundo sabe. E agora, seguindo a corrente de descer o nível ainda mais, o ensino religioso passa a ser confessional. Na prática, as escolas públicas ofertarão a disciplina religião de forma facultativa, e o professor poderá utilizar a sua própria religião como principal instrumento para dar a aula. Assim, se o professor for católico, teremos uma aula católica; caso o professor seja pastor protestante, um culto evangélico; um umbandista fará uma roda de umbanda e por aí vai.

ensino religioso confessional estado laico educação brasil 2017 gabriel moura blog loucuras de julia 02

Antes dessa nova diretriz, o ensino religioso preconizava o ensino das religiões como movimentos humanos, sociais e históricos. Se na prática não era assim, pelo menos não havia o aval do governo para aulas direcionadas. E agora tá liberado. Alguns dizem que é importante para a diversidade, outros dizem que a aula é facultativa e se o aluno não quiser assistir, tudo bem. Eu tenho uma pergunta: em que momento essa medida pode dar certo?

As aulas de religião se tornarão cultos, missas, etc. Alguém em sã consciência acredita realmente que um professor de religião que seja adepto do candomblé não sofrerá nenhum tipo de restrição ou censura. Porque enquanto as aulas estiverem sendo ministradas por religiosos da maioria: católicos e protestantes, tudo bem. Mas, alguém acha que se um professor ensinar os preceitos da doutrina espírita na sala, vai ficar tudo bem?

Ao invés de discutirem a melhora da educação pública: infra estrutura, alimentação, melhores salários, etc, o debate é se deve ou não deve ter culto religioso em sala de aula (e o pior é que o STF acha que deve).

ensino religioso confessional estado laico educação brasil 2017 gabriel moura blog loucuras de julia 03

É o tipo de decisão que mostra o caminho medieval que estamos trilhando. Daqui a pouco teremos a volta da monarquia e do alto clero mandando no país. Preparem as tochas, fujam para as cavernas, o próximo passo é o retorno do Tribunal do Santo Ofício só que agora ele é político: se você não concorda comigo eu te denunciarei e você passará o resto da vida nas masmorras do castelo.

Ironias à parte, está ficando cada vez mais difícil…

Até a próxima! 

selo-gabriel-mouraConheça também meu blog pessoal: Resumo de Livro


Acompanhe o blog também pelo Facebook: Loucuras de Julia


.

Fonte: Agência Brasil 

 

11 comentários em “Ensino Religioso Confessional

  1. Na condição de professor de Ensino Religioso (nas redes pública e privada), considero que esta é apenas mais uma das aberrações de ‘nosso STF’. No meu blog na categoria poe-lética, escrevi ‘o jogo do tribunal no país do futebol’, numa crítica poética a estes/as senhores/as. Um problema ainda maior é que segundo um amigo, quando as trevas são muitas, corremos o risco de acenderemos nossas tochas no ‘fogo do inferno’….parece-me que isto que está acontecendo no país…. parabéns por trazer o assunto para o debate…

    Curtido por 1 pessoa

      1. Reproduzo aqui o pensamento do saudoso Rubem Alves sobre o assunto: Imagine querer ensinar samba nas escalas. samba se aprende no sambódromo. Religião se aprende nas Igrejas e, talvez, em casa. Ensinar religião na escola é vacinar as crianças. Criança vacinada fica imune pelo resto da vida.

        Curtido por 1 pessoa

  2. A cada dia que passa eu levo o Supremo deste país menos a sério. É triste ter uma xará tão fraca na presidência. Mas olhando o todo, não são profissionais como os de outras épocas, muito mais preparados e que passaram em grandes instituições. Isso de presidentes elegerem essas pessoas nunca poderia dar certo. Não no Brasil. Realmente, cada dia mais difícil viver neste país.

    Curtido por 3 pessoas

    1. Desculpe-me a intromissão, mas, sobre o STF, publiquei em meu blog um poe-lítico intitulado: “o jogo do tribunal no país do futebol”. Caso, tenhas interesse, será uma honra sua leitura. estevamweb.wordpress.com (blog do estevam estevam). Abraços.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s