Arte · Cultura · Gabriel Moura · Reflexão

Obra de arte ou intolerância?

Olá, tudo bem?

Esses dias uma polêmica tomou contas das redes sociais e da internet como um todo.

Aviso: contém imagens fortes em alguns links (+18).

obra de arte ou intolerancia 2017 reflexão critica gabriel moura blog loucuras de julia 01

O Banco Santander patrocinou a exposição: Queermuseu – cartografias da diferença da arte brasileira, que reuniu obras de 85 artistas, incluindo os mundialmente famosos Alfredo Volpi e Cândido Portinari, no museu de Porto Alegre. Com curadoria de Gaudêncio Fidelis, que foi curador da Bienal do Mercosul de 2015, a exposição tinha como mote a diversidade e as questões LGBT, aos moldes de exposições estrangeiras como a Queer British Art, em Londres, e Hide/Seek: Difference and Desire in American Portraiture, em Washington.

A exposição, ao que parece, ficou aberta ao público por quase um mês até que um movimento social se mobilizou nas redes sociais e através de boicotes ao Banco, fez com que este encerrasse a exposição antes do previsto. E de lá para cá muito se tem falado, contra e a favor, com e sem argumentos, com e sem educação, enfim, como sempre, os vários filósofos de teclado deram seu ar da graça…

obra de arte ou intolerancia 2017 reflexão critica gabriel moura blog loucuras de julia 02

Ao produzir uma obra de arte o artista precisa atentar para os bons costumes? Costumes de quem? São obras de mau gosto? Do gosto de quem? Se me é facultada a presença em um ambiente onde estão sendo veiculadas imagens que ferem meus sentimentos (o que também é legítimo) basta que eu não vá a esse lugar.

Eu posso não concordar com um monte de coisas que acontece. Por exemplo: eu tenho minha opinião contra cotas raciais em universidades e concursos públicos. Eu tenho o direito de tê-las, isso não me torna um racista. Eu posso não concordar com alguns pontos do movimento LGBT. Eu tenho direito de discordar, e nem por isso eu sou homofóbico. Eu tenho o direito de não ter crença, de não acreditar no mesmo Deus, e sequer de acreditar em Deus. É meu direito, e não sou uma pessoa pior por isso. Eu não sou obrigado a concordar e aceitar tudo o que me empurram pela goela abaixo.

Clique aqui para ver uma obra. (Ilustração forte com apelo crítico).

Supostamente as obras da exposição tratam de assuntos como pedofilia, zoofilia e desrespeito a imagens sacras (três dessas imagens podem ser vistas no link acima). A minha concordância ou discordância não me dá o direito de proibir a exposição. Como disse acima, talvez se morasse em Porto Alegre e soubesse do que se trata, eu não iria a essa exposição, mas não iria movimentar grupos que se colocam como bastiões dos bons costumes e da moralidade brasileira (para mim um bando de hipócritas) para censurar a exposição.

Vamos refrescar a memória? Várias obras de arte polêmicas já foram feitas ao longo da história. Vamos a algumas delas.

A origem do mundo de Gustave Coubert – 1866 (nem preciso dizer porque).

Clique aqui para ver a obra. (Imagem forte com apelo sexual).

O Juízo final de Michelangelo. Apesar de ser uma imagem sacra, ela contém uma grande quantidade de nudez e de pessoas torturadas. Só para lembrar, está no teto da Capela Sistina – no Vaticano.

obra de arte ou intolerancia 2017 reflexão critica gabriel moura blog loucuras de julia 03

Recentemente o jornal francês Charlie Hebdo foi alvo de um atentado terrorista por insultar o profeta Maomé. E surgiu uma onda nas redes sociais “Je Suis Charlie”, discursos como: “Cadê a liberdade de expressão?”, “O Islã é uma religião do terror”, etc.

Porém, essa charge ataca o cristianismo. (Sarcasmo com apelo sexual).

E você, cristão, ainda “Je Suis Charlie”? Ou agora é diferente?

Curioso que algumas delas não viraram alvo de discussão. Sabe por que? Porque não ferem a moralidade da maioria, então, seletivamente, ou seja, apenas quando me convém, eu censuro uma exposição. Mas se eu estivesse de acordo, mesmo que ferisse sentimentos alheios, eu ficaria bem quetinho. Para mim isso tem um nome: HIPOCRISIA.

O mundo tá chato pra cacete!!!

Até a próxima.

selo-gabriel-mouraConheça também meu blog pessoal: Resumo de Livro

6 comentários em “Obra de arte ou intolerância?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s