Anos 60 · artista · Brenda Moura · Clássico · Música · Vídeos

Bob Dylan #BEDO

Olá gente, tudo bem? Hoje vou falar sobre uma pessoa que zerou a vida, é um baita artista e merece todo respeito e admiração por conta de sua obra: Bob Dylan!!

bob-dylan-01

Bob Dylan é um compositor, cantor, pintor, ator e escritor norte-americano.

Aos dez anos de idade, Dylan escreveu seus primeiros poemas e, ainda adolescente, aprendeu piano e guitarra sozinho. Começou cantando em grupos de rock, mas depois, voltou-se para a folk music.

Em 2004, foi eleito pela revista Rolling Stone o 7º maior cantor de todos os tempos e, pela mesma revista, o 2º melhor artista da música de todos os tempos, ficando atrás somente dos Beatles, e uma de suas principais canções, “Like a Rolling Stone”, foi escolhida como uma das melhores de todos os tempos.

Ganhou o Prêmio Nobel da Literatura em 2016 por “ter criado novos modos de expressão poética no quadro da tradição da música americana”. E, assim, tornou-se o primeiro e único artista na história a ganhar, além do Prêmio Nobel, o Oscar, Grammy e o Globo de Ouro.

Não temos dúvidas de que o cara é sensacional né? Hahaha

bob-dylan-02

Fazia um tempo que eu queria falar sobre o Dylan por aqui, mas acho que esperei uma época boa para isso, já que ele ganhou o Nobel de Literatura. A obra dele em quesitos de letra, poema e musicalidade é simplesmente incrível.  Então, falarei sobre algumas músicas dele que o consagraram como esse grande poeta, que sempre se renova e reinventa, levando sua arte a milhões de admiradores pelo mundo.

bob-dylan-03

Uma das músicas mais conhecidas dele (e que é uma das minhas favoritas, não vou negar) é Like a Rolling Stone. Já foi considerada a melhor música de todos os tempos pela Rolling Stone. A combinação de diferentes elementos musicais foi revolucionária para a época, de acordo com críticos musicais. A música nos mostra uma geração que passava por mudanças que acabariam direcionando-a para uma confusão de movimentos populares, mas literalmente, a música fala sobre uma personagem feminina que costumava a viver em meio a fortuna. Ela acaba perdendo tudo que tem, e se vê em um mundo estranho e hostil. Assim como a geração de sua época, essa personagem feminina passa por grandes transformações em sua vida. Essas transformações podem levar, muitas vezes, ao caos e à confusão. Bem legal isso né gente?

Outra canção também bem famosa de Dylan, Mr Tambourine Man foi lançada em 1965 e regravada por inúmeros artistas. No mesmo ano, a versão da banda de rock americana The Byrds alcançou o topo das paradas musicais. Eu vejo que nessa música, Dylan quis nos explicar toda a angustia de um ser humano e falar de algumas experiências de sua vida. Por exemplo, quando ele diz: “Meus pés estão muito dormentes para pisar, esperando apenas minhas botas para perambular. Estou pronto para ir a qualquer lugar, estou pronto para desaparecer. Em minha própria parada, moldando sua dança a meu caminho. ” Acho muito interessante o fato de ele ter escrito essa música com apenas 23 anos.

E a terceira música da qual vou falar, Jokerman, me deixou extremamente confusa. Sério. HAHAHAHAH

Eu li pelo menos umas 3 interpretações sobre essa música, então, sinceramente, não consegui me decidir qual delas é a mais certa para essa música. Para vocês verem a genialidade de Dylan. Hahaha

Num primeiro momento, eu li que alguns críticos consideram a letra como um protesto político, endereçado a uma figura anticristo, um “manipulador das massas…um furacão de sonhos” Já em outros, li que a música era de um Dylan judeu, convertendo-se ao cristianismo, para surpresa e indignação de alguns. O “coringa” nada mais seria do que uma imagem inusitada para associar a Jesus. A referência deve ser ao inesperado que simboliza o coringa, o surpreendente, a loucura aos olhos do homem. Já em outras leituras, dizem que essa música na verdade é uma crítica ao cristianismo, a Jesus e seu poder de manipular as coisas, como se Dylan rejeitasse seus ensinamentos. Agora, qual a interpretação é correta? Apenas o próprio Dylan pode responder. Uma coisa muito legal, é que o clipe dessa música é composto por diversas obras de artes, como vocês podem ver no vídeo abaixo:

O mais interessante disso tudo, é que as músicas dele mexem tanto com as pessoas e seu modo de ver as coisas, que conseguimos buscar diversas interpretações dentro das músicas dele. E é isso que o torna tão genial. Eu só citei essas 3 músicas nesse post, mas eu poderia falar de outras tantas que eu escuto diariamente, tipo Lay Lady Lay, The Times They Are a-Changin’, Blowin’ in the Wind (essa música possui uma sequência de perguntas retóricas, que abordam temas como paz e liberdade, e cujas respostas estão na cara de todos, mas ao mesmo tempo são intangíveis como o vento – veja aqui), Knockin’ on Heaven’s Door, que já foi regravada pelo Guns N’ Roses, Don’t Think Twice (It’s All Right), If Not For You (que faz parte do meu relacionamento hehe), enfim, temos tantas músicas incríveis e tantas coisas sobre ele, que daria para escrever mais uns 3 posts além desse. Hahaha

bob-dylan-04

A obra dele é gigantesca, e vale muito a pena conhecer. Aproveito para parabenizá-lo por sua mais nova conquista, muito merecida por sinal. E digo que Bob Dylan sempre será um marco na sua geração, influenciando vários artistas e sendo hoje, lembrado como um dos grandes nomes do rock e folk music.

Por hoje é isso galerinha! Um grande beijo e até a próxima segunda.

selo-brenda-moura

Fontes: BBC; Wikipedia

.

selo-bedo-01

Anúncios

8 comentários em “Bob Dylan #BEDO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s