Beleza · Brenda Moura · Cultura · Filmes · Livros · Reflexão

O Extraordinário

Olá gente, tudo bem? Hoje vou falar de um livro que eu ganhei de presente do meu namorado e que eu li há um tempo atrás, que mexeu muito comigo e que vai virar filme em breve: O Extraordinário.

Escrito por R.J. Palacio, o livro conta a história de August Pullman (Auggie), um garotinho que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade… Até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

extraordinario 02

A história do livro mexe profundamente conosco, pois vemos que o Auggie é um garoto extraordinário, de uma maturidade incrível, mas que só quer ser uma criança como qualquer outra. Ele tem esse desejo, porque ele NUNCA teve a oportunidade de ser como uma criança normal. Nas idas e vindas do hospital, fazendo diversas cirurgias, ele não conseguia conviver com outras pessoas que não fossem sua família. E também, no fundo, todos tinham um certo receio de conviver com ele por conta de sua deformidade.

extraordinario 03

O livro sendo narrado pelo próprio Augie, só deixou ele ainda mais interessante. Tudo que ele percebe, sofre e aprende ao longo do livro, dá um tom muito mais real e comovente para a história. Parece que nós sentimos cada coisa que ele descreve. Eu, francamente, me coloquei no lugar dele e imaginei como EU me sentiria, se EU passasse por coisas assim. O livro me fez perceber que as vezes nós reclamamos tanto do que temos, ou como somos, que nos esquecemos que tem pessoas em situações muito mais difíceis do que nós, mas que tentam de alguma forma, passar por cima disso para serem felizes.

extraordinario 04

Um ponto a destacar do livro, são as citações antes de cada capítulo. Tem uma parte da irmã do Augie, Via, que cita David Bowie. Quase morri de amores!

Outro ponto interessante do livro, é que a autora soube muito bem conduzir sua escrita. Não tem uma linguagem difícil de ser entendida, mas sim, palavras mais simples e vários elementos que condizem exatamente com a faixa etária do Auggie. Seus gostos e suas vontades, suas birras, combinam perfeitamente com a infantilidade própria do menino.

No decorrer dos capítulos, acompanhamos a história do nosso protagonista desde o momento em que seus pais decidem mandá-lo para a a escola até a formatura de quinto ano da turma. E durante essa parte da leitura, eu senti muito orgulho de alguns personagens, como por exemplo os pais de Auggie, sua irmã e seus amigos. E fiquei com vontade de bater em outros personagens, como o menino que só fica implicando com o Auggie. Ele se revela uma criança tão cruel e mal-educada que dá vontade de entrar e dar umas sacudidas nesse menino até ele parar. Hahaha

extraordinario 06

Confesso que estou bem curiosa para assistir ao filme, ainda mais que o Auggie vai ser interpretado pelo fofo do Jacob Trembley.

Enfim, encerrando meu texto de hoje, digo que para quem busca uma leitura simples, com uma história que muda teu jeito de ser e de pensar sobre as coisas, esse livro é uma excelente leitura.

Um grande beijo e até a próxima segunda!

selo-brenda-moura

Fontes: Skoob

.

5 comentários em “O Extraordinário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s