2016 · Érica Aragão · Bem Estar · Blog · conforto · Conhecimento · cotidiano · Crônicas do Cotidiano · Criatividade · Cultura · História · Humor · Inspiração · Loucuras · mundo

Super heróis

Nós humanos somos tão humanos que precisamos de heróis a nossa imagem e semelhança. Além da imagem de Jesus, e os diversos Deuses conforme a religião ou a fé que cada um professa, nós temos mania de precisar de herói. Não estou falando de uma figura espiritual, estou falando do herói de carne e osso.

super herois heroes

E isso não é coisa só de criança. Quem nunca desejou ter um super-herói por perto ou ser um? Tem horas que só os superpoderes nos fazem sair rapidamente de enrascadas.  Fico pensando quantos “heróis” se foram e só depois que faleceram nós os reconhecemos como heróis. Eles eram tão humanos quantos nós. Alguns muito próximos, outros, figuras públicas. E não me venham julgá-los, pois dentre os diversos erros, eles deixaram a marca do amor no mundo: Madre Teresa, Gandhi, Renato Russo, Cássia Éller, Elis Regina, Cazuza, Einstein, Platão, Newton, Fernando Pessoa, Drummond…

Estamos precisando de heróis do amor. São tantos heróis falsários que vêm para salvar a política, o meio ambiente, a miséria, a desigualdade, a educação, a saúde…E na hora H, eles são o anti-heróis.  Não estou falando de um partido, estou falando de uma corja imensa que tem poder. Poder dado por nós. Uma corja que fala em nome de Deus e que pelo olhar e pelo tom da voz (para os mais atentos e sensíveis) já dão indícios de sua hipocrisia

Mas esses assuntos sérios não estão legais. Vamos imaginar que você teve um piriri na rua. Chama o super-herói! Imagine que você perdeu sua carteira, não notou, entrou no ônibus, passou na roleta e não tinha dinheiro para pagar. Chama o super-herói! Você se atrasou para o primeiro encontro com o gato(a) super difícil que quer conquistar. Chama o super-herói! Seu gato foi se aventurar e está pendurado em um galho altíssimo e você quer salvá-lo, chama o herói. Quer trocar o botijão, mas morre de medo (assim como eu!): chama o super-herói. Estava com uma roupa branquinha, levou um escorregão e caiu na lama. Chama o super-herói!

Agora, se nada disso aconteceu com você, desejo apenas que você receba amor e dê amor, no mundo atual há momentos que já é quase heroísmo um ato e um gesto simples desses…

Conte-me aí sobre seus super-heróis!
Aquele abraço e até quarta ♥

selo-erica-aragao

.

Anúncios

3 comentários em “Super heróis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s